sábado, 19 de janeiro de 2019


FEIRA DOS VINTE/FEIRA GRANDE DE JANEIRO

Manter a tradição é valorizar e eternizar o património cultural

        Os alunos da Escola Básica Frei João marcaram presença, mais uma vez, na dinamização deste evento. Vestidos a rigor, deram um colorido especial à Feira dos Vinte/Feira Grande de Janeiro, onde as colheres de pau foram as rainhas, numa mostra de grande criatividade.


             
Trabalho realizado pelos alunos do Centro de Apoio à Aprendizagem

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019



REPENSAR A ESCOLA - A GESTÃO DA DIVERSIDADE

"O tempo é um tempo de todos!"



https://youtu.be/yhOPXqyeifI

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018


ESCOLA FREI JOÃO - O NATAL ANDA NO AR
 
 
"Entremos, apressados, friorentos,
numa gruta, no bojo de um navio,
num presépio, num prédio, num presídio,
no prédio que amanhã for demolido...
Entremos, inseguros, mas entremos.
Entremos, e depressa, em qualquer sítio,
porque esta noite chama-se Dezembro,
porque sofremos, porque temos frio. 
 
Entremos, despojados, mas entremos.
Das mãos dadas talvez o fogo nasça,
talvez seja Natal e não Dezembro,
talvez universal a consoada."

David Mourão-Ferreira, in Cancioneiro de Natal
 

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

EXPOSIÇÃO "CIDADÃO...PROCURA-SE!"


Imagens da preparação da exposição itinerante "Cidadão...procura-se!", integrada na 
comemoração do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, assinalado no dia 3/12.
A atividade referente à participação do nosso Agrupamento foi desenvolvida na aula de 
Recicl'Arte. 
A temática escolhida para este ano dá relevo ao exercício da cidadania, particularmente 
no que diz respeito às questões ambientais. 
Esta exposição, patente ao público na Praça São João, contou com a colaboração de 
todos os Agrupamentos e Instituições do concelho e da Escola Secundária José Régio.
 





domingo, 2 de dezembro de 2018




DIA INTERNACIONAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA - 3/12
O valor das coisas está na arte de dar.
E por mais singelas que sejam, se dadas com alma, apressam-se a chegar ao coração e é aí, que a riqueza e a grandeza, na sua reciprocidade, adquirem a sua verdadeira dimensão.
  .
 
 
Desenho da autoria do aluno Joaquim Palheirinho

A PRENDA
O menino
recebeu a dádiva.
Era o seu dia, assim disseram.
Estranhou:
os outros dias não eram seus?
Se achegou.
Espreitou.
A oferenda,
era coisa nenhuma
que nem parecia existir.
– O que é isso?, perguntou.
– É uma prenda, responderam.
Que prenda poderia ser
se tinha forma de nada.
– Abre.
Abrir como
se não tinha fora nem dentro?
– Prova.
Como provar
o que não tem onde se pegar?
Olhou melhor.
Fixou não a prenda,
mas os olhos de quem a dava.
Foi, então:
o que era nada
lhe pareceu tudo.
Grato,
retribuiu com palavra e beijo.
O que lhe ofereciam
era a divina graça do inventar.
Um talento
para não ter nada.
Mas um dom
para ser tudo.
Mia Couto

sábado, 1 de dezembro de 2018

DECORAÇÕES DE NATAL

     Como vem sendo habitual, a convite da Câmara Municipal de Vila do Conde, um grupo de alunos da Escola Básica Frei João participou nas decorações de Natal do Museu de Rendas de Bilro.
    A magia de Natal invadiu aquele espaço museológico, cujo resultado final ficou magnífico.